“Estou tendo alguns sintomas estranhos relacionados a minha visão que têm me deixado muito preocupada.Há 3 meses comecei a ver pequenas moscas volantes no meu campo de visão, não dei muita importância, porém, após 1 mês essas moscas aumentaram e procurei um oftalmo. Fiz um mapeamento de retina que não acusou nada. Não bastassem as moscas, passei a ver, quando olho para um céu cinza ou cenário claro “veias” como quando dilatamos a pupila, mas estas não são móveis parecem apenas acender e apagar. Muito estranho; também vejo milhares de pontos brilhantes ao olhar para o céu, estes pontos parecem vir em minha direção, são muitos mesmo e parecem dar “piruetas” no ar. Seria cômico se não fosse trágico! Estou muito triste com isso. Tenho medo de perder minha visão. Estou grávida de 6 meses, porém minha pressão é normal. Fiz exame de toxoplasmose, que também não acusou nada.

Seria algum problema grave? Estes são sintomas de descolamento de retina?”

Você disse que o mapeamento de retina estava normal. A referência de normalidade pode significar ausência de rotura retiniana ou degeneração periférica de risco para descolamento de retina (ótima noticia!).

Mas não fez referencia a DPV (descolamento posterior de vítreo),nem alteração de transparência do corpo vítreo ou presença de corpúsculos brilhantes na cavidade vitrea que pudessem ser responsáveis pelos sintomas.

A hipertensão arterial pode causar escotomas cintilantes. Mas isso você já sabia e descartou a possibilidade, conforme relato. Como o comentário está com grande atraso e você estava grávida de 6 meses na época, espero que esta opção tenha realmente sido afastada. A toxoplasmose ou qualquer outra retinocoroidite (uveite posterior/ uveite intermediaria) mostraria sinais vítreo-retinianos que voce não tem (o mapeamento descartou).

Você não refere se as “percepções visuais atípicas” são bilaterais ou estão presentes em apenas um dos olhos. Sendo bilaterais podem significar estimulação cortical. Se o exame oftalmológico não aponta nenhum fator causal, uma visita ao neurologista ou mesmo ao neuro-oftalmologista pode ajudar.

Consulte novamente seu oftalmologista, converse sobre suas dúvidas e apreensões. Tenho certeza de que ele será de grande ajuda!

Abs,

Anúncios